Alopecia: O que é? Quais são as causas e sintomas? E os tipos? Tire suas dúvidas!

Cabelo faz parte da identidade, personalidade e autoestima das pessoas. Então para a maioria, passar por problemas de queda, pode ser um problema além da saúde – mas também estético. A chamada de alopecia acomete 50% dos homens e 40% nas mulheres acima dos 50 anos, ainda podendo surgir na adolescência por fatores genéticos.

Saiba nesse artigo, do que se trata esse problema, suas principais causas, sintomas, e como tratar!

O que é alopecia?

alopecia homens

Alopecia é a perda de grande quantidade de cabelo em áreas em que normalmente ele deveria crescer. Existem vários tipos dela se manifestar, por motivos e jeitos diferentes. Mas suas característica em comum entre todos é a falta de fios em partes do couro cabeludo.

Apesar de poder acontecer tanto nos homens quanto nas mulheres, as pessoas do sexo masculino têm mais chance de ter alopecia. Isso porque a queda pode estar relacionada à testosterona (hormônio sexual masculino), que sofre processos enzimáticos e pode causar o afinamentos dos fios.

Quais são as principais causas?

As causas da alopecia podem ser variadas, desde fatores emocionais à físicos. Dentre as principais causa do problema, estão:

  • Uso de medicamentos;
  • Estresse;
  • Produtos químicos;
  • Doenças e condições subjacentes;
  • Reação hormonal pós-parto;
  • Má alimentação;
  • Herança genética;
  • Menopausa;
  • Tricotilomania;
  • Excesso de vitamina A;
  • Micose no couro cabeludo.

Além das causas, é possível destacar alguns fatores que podem aumentar a chance de alguém ter alopecia. São eles:

  • Histórico familiar de calvície;
  • Idade (acima dos 50 anos);
  • Perda de peso significativa;
  • Diabetes e lúpus;
  • Gravidez;
  • Disfunções hormonais.

E os sintomas?

O principal sintoma da alopecia é realmente uma queda do cabelo brusca em que é possível até enxergar o couro cabeludo em algumas áreas da cabeça. Mas dentro disso, é possível observar mais sinais:

  • Perda de todos os pelos do corpo;
  • Falhas no couro cabeludo e nas sobrancelhas;
  • Falhas circulares ou irregulares;
  • Fios de cabelo quebrados;
  • Vermelhidão, coceira e inchaço no couro cabeludo;
  • Fios extremamente finos.

Você já ouviu sobre os benefícios do Aloxidil? Veja um artigo completo do assunto!


Quais são os tipos de alopecia?

Como dito anteriormente, existem diversos tipos de alopecia. Cada um pode ter uma causa em específico e jeitos de tratar diferentes.

Cicatricial

Esse tipo de alopecia é quando é causada por fatores externos e que deixa cicatrizes. É o caso de queda por: traumatismo, queimaduras químicas, físicas, quimioterapia, piodermites, leishmaniose, tuberculose, herpes zoster, etc.

Areata

alopecia arreata

Essa pode acontecer no couro cabeludo ou em regiões do corpo que possuem pelos. Se caracteriza por ter falhas arredondadas ou ovalares, que podem ser grandes ou pequenas – também podem ser únicas ou múltiplas. Se não tratada, em alguns casos, pode evoluir para uma perda total do cabelo.

Mecânica

As principais causas desse tipo de alopecia são procedimentos químicos como alisamentos e alongamentos no cabelo. Pode causar uma perda temporária ou até definitiva dos fios.

Androgenética (não-cicatricial)

homem com problema de queda de cabelo

Relacionada com a idade e predisposição genética, esse tipo costuma causar uma queda de cabelo simétrica. Pode começar na região do escalpo, deixando os fios bem finos e parecidos com uma pelugem.

Alopecia devido a causas sistêmicas

Esse tipo de alopecia costuma ser causada por doenças como: lúpus eritematoso sistêmico, dermatomiosite, anemia ferropriva, diabetes, hiper e hipotireoidismo. Podendo ocorrer uma queda de cabelo difusa.

Seborreica (calvície)

Talvez uma das mais famosas e vistas por aí, esse tipo de alopecia costuma acometer mais os homens. Começa a ter uma queda de cabelo na região fronto-parietais e/ou no vértice, que com o tempo podem chegar a toda região central do couro cabeludo. Nesses casos, é comum ter seborreia no couro do cabelo. Quanto mais cedo surgir, mais grave pode ser a calvície.

Alopecia feminina

alopecia feminina

Esse tipo costuma a afinar os fios e causar dificuldade no crescimento das mechas. Geralmente surgem na parte central do couro cabeludo e nas áreas frontais. Pode estar ligado a fatores genéticos, hormonais e nutricionais.

Afinal, esse problema tem cura?

Depende muito do tipo de alopecia e a causa dela. Como existem vários tipos, alguns são mais graves e não possuem cura. Casos genéticos têm mais dificuldades em ter um tratamento eficaz. Mas em geral, é possível realizar tratamentos satisfatórios e que auxiliam o cabelo a voltar a crescer.


Minoxidil faz mesmo a barba e o cabelo crescer? Como devo usar? Clique aqui e saiba mais!


Qual o tratamento mais indicado?

O tratamento deve ser avaliado com um médico, pois é preciso descobrir a causa e o tipo da alopecia para saber qual a melhor forma de tratar. Em geral, indica-se tratamentos com medicamentos orais ou tópicos, uso de produtos cosméticos contra queda de cabelos, tratamentos específicos como intradermoterapia e carboxiterapia e até implantes. Tudo vai depender do diagnóstico correto.

E ai gostou do texto? Deixe seu comentário e não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais!

Recomendamos para você:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *