Cirurgia de varizes: Quais são os tipos mais comuns? Como funciona? Dói? Tiramos todas suas dúvidas!

Quando as varizes atravessam a questão estética e passam a causar dor e coceira nas regiões afetadas, é preciso procurar uma forma de tratamento. Isso porque provavelmente elas estão prejudicando o fluxo sanguíneo do seu corpo.

Quando elas possuem um tamanho menor, algumas alternativas menos invasivas podem ser as mais indicadas. Já nos casos em que elas acometem boa parte da pele e outros tipos de tratamentos para varizes não oferecem resultados, a cirurgia de varizes costuma ser a opção recomendada pelos profissionais.

Saiba mais sobre a cirurgia, como funciona, e mais informações necessárias!

Como funciona essa cirurgia?

A cirurgia de varizes pode ser feita através de algumas técnicas diferentes. O melhor procedimento deve ser indicado por um médico especialista mediante à um diagnóstico do problema.

A remoção das varizes pode ser feita tanto em veias mais superficiais, quanto em veia mais profundas. Em ambas, é feito a remoção completa.

Em geral as técnicas fazem com que o sangue que está na veia defeituosa siga para as veias saudáveis. Assim, não prejudica o fluxo sanguíneo de outras partes do corpo.

Se a cirurgia for pelo método mais simples, ela pode ser feito no ambulatório e costuma durar em torno de 90 minuto. Você pode ter alta no mesmo dia.

Para métodos mais complexos, costuma ser feito no hospital e você fica em observação por uma noite. Em todas você recebe anestesia, podendo ser geral ou raquidiana, dependendo da avaliação médica.

Quais são os tipos de cirurgia de varizes?

cirurgia de varizes

Dentre as cirurgias de varizes mais indicadas, estão duas: a decapagem da veia e a flebectomia.

  • Decapagem da veia

Também conhecida como safenectomia, essa cirurgia realiza dois cortes/incisões (um na parte superior da perna, bem abaixo da virilha e o outro na articulação do joelho).

A técnica consiste em amarrar a veia na incisão superior, também chamada de ligadura de veias. Ela é feita com a utilização de um fio longo e flexível, que é colocado através da incisão superior até chegar na incisão inferior atravessando toda a extensão de veia. Então, pela extremidade inferior, a parte da veia danificada é toda puxada e removida.

É um método bastante usado e costuma oferecer ótimos resultados. Porém, a recuperação é um pouco mais lenta.

  • Flebectomia

Essa técnica é uma cirurgia menos invasiva e que pode ser feita no ambulatório. São feitas pequenas incisões de poucos milímetros de comprimento ao longo da veia afetada. Depois, com um pequeno gancho o médico puxa a veia o máximo possível através das incisões. Assim a veia danificada é cortada em várias partes bem pequenas, e posteriormente, removida.

Esse tipo de cirurgia de varizes é mais indicada em casos que há veias menores que se ramificam das veias principais. Tem recuperação mais rápida por ter cortes menores na hora da cirurgia (o que também ajuda a ter menos cicatrizes).

A cirurgia de varizes dói?

A paciente não vai sentir dor na cirurgia de varizes porque em todos os procedimentos é utilizado de uma anestesia para a realização. A dor pode acontecer só nos pós-operatório.

Conheça as vitaminas essenciais para ter uma pele mais bonita!

Como é a recuperação?

cirurgia de varizes

A recuperação vai depender do tipo da cirurgia e também de cada paciente, aliás, cada corpo de recupera de uma forma. No caso da técnica de flebectomia, ela é mais rápida. Você pode ter alta no mesmo dia e sair andando. No técnica da decapagem, ela é um pouco mais demorada. Provavelmente você poderá andar só no dia seguinte da operação.

Mas em todos os procedimentos é indicado manter as pernas elevadas em repouso nos primeiros dias para ajudar na melhora do fluxo sanguíneo. O mais indicado é não realizar atividades rotineiras por pelo menos 1 semana para que a recuperação seja mais rápida e eficaz. O mesmo vale para a volta ao trabalho: se ele exigir esforço físico, o melhor é esperar de 2 a 3 semanas para voltar à ativa.

O inchaço na região costuma demorar algumas semanas para diminuir e analgésicos são prescritos para auxiliar nesse período. É importante ver com o seu médico e seguir suas orientações de repouso para que haja uma recuperação plena.

Depois pode dirigir? E usar salto?

Após as semanas de recuperação, o paciente pode voltar a dirigir e usar salto normalmente. Sendo essencial antes consultar o médico para ter certeza se é viável no seu caso.

É importante destacar que o uso de salto alto não causa as varizes, mas pode ser prejudicial para quem as possui fazer o seu uso por tempo prolongado.

Como tirar verrugas? Veja um artigo completo sobre o assunto!

Qual é o preço médio de uma cirurgia de varizes?

mulher com pernas sem varizes

A cirurgia de varizes pode variar de R$ 2 mil a R$ 10 mil.

Esse tipo de cirurgia é feita pelo SUS?

Sim, o Sistema Único de Saúde realiza a cirurgia. Para isso é preciso passar com um especialista que vai avaliar a gravidade do caso e ver se há a necessidade da cirurgia.

E ai gostou do artigo? Então deixe seu comentário e não deixe de compartilhar em suas redes sociais com seus amigos!

 

Recomendamos para você:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *