Drenagem linfática

drenagem-linfatica

A drenagem linfática é conhecida pela maioria das mulheres que se cuidam hoje em dia, mas você sabe o que é e como funciona este tratamento? Cada vez mais pessoas procuram esse método para reduzir medidas e melhorar a aparência. Conheça mais sobre essa famosa técnica estética.

O que é a drenagem linfática

drenagem-linfatica

A técnica é usada em forma de massagem. O foco é o sistema linfático. Com os estímulos esse sistema volta a funcionar com maior fluidez, levando de forma eficaz a linfa aos gânglios linfáticos. O criador da drenagem linfática foi um médico dinamarquês, com o auxílio da esposa. Desde então as formas e usos da técnica evoluem com o tempo, isso torna cada vez mais eficientes os resultados.

Como dito, a massagem objeta o sistema linfático. A linfa é a substância que preenche esse sistema. A linfa possui resquícios orgânicos e inorgânicos na sua composição. Algumas toxinas estão presentes no material linfático. A linfa é viscosa e incolor.

Com a massagem linfática é adiantado o processo natural de redução de líquidos (esses ficam acumulados no meio das células). As técnicas médicas específicas direcionam esses líquidos para fora da área, de forma que sejam eliminados naturalmente pelo organismo.

Benefícios da drenagem linfática

Esse tipo de massagem é um estimulante para que os tecidos se regenerem. Também acontece um fortalecimento do sistema imunológico, é um ótimo método de reduzir a celulite, ajuda na defesa anti-inflamatória do corpo e é relaxante e revigorante.

Os especialistas utilizam técnicas específicas de massagem. Com os dedos, os massagistas realizam movimentos programados para cada caso, dependendo do resultado almejado a massagem é aplicada de forma diferente. Há também aparelhos que realizam drenagem linfática, com bolsas de ar no lugar da pressão manual. Há também métodos mais avançados como o método manthus, por exemplo.

Quem pode fazer a drenagem linfática

Apesar de parecer algo sem contra indicações, por se tratar de sessões de massagem, existem alguns grupos de risco que devem evitar esse tipo de tratamento, são eles: pessoas com casos agudos de infecção, pacientes com insuficiência cardíaca, casos de trombose, câncer, hipertensão, asma e outros problemas pulmonares, como a bronquite.

Como qualquer tipo de tratamento a drenagem linfática deve ser indicada por um especialista. Não se deve iniciar a série de sessões sem antes ter o aval de um médico, até mesmo porque ele precisa se certificar de que o paciente não faz parte do grupo dos contraindicados para o processo.

Os cuidados com a saúde ajudam a potencializar os resultados da drenagem linfática. Alimentação balanceada, consumo de água e exercícios físicos são aliados que irão manter os problemas longe do seu organismo.

 

Recomendamos para você:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *